Telefone: (11) 2071-5584 | (11) 2072-4922 | E-mail: contato@grhconsultoria.com.br

Administração de bens

administracao-de-bens

Administração de bens

Postado por agenciam na categoria Destaques, Notícias GRH 07 fev 2016

 

Adm. Imobiliárias e Síndico

Hoje é inquestionável que administração condominial seja semelhante à administração de uma empresa. Seu dia a dia exige obrigações tributárias, fiscais e trabalhistas, gestão de contratos, manutenção de áreas comuns e equipamentos, paisagismo, pagamentos de fornecedores, impostos e tributos, etc., a serem cumpridas.

Importante frisar que nossa legislação atual ( Lei nº 10.406, de 10/01/02, CC) impõe aos administradores de condomínios, síndicos, responsabilidades civis e criminais.
Poucos sabem ou dão importância a estas responsabilidades, mas, por exemplo, em um atropelamento dentro do condomínio, mesmo que nas áreas de garagem, podem levar a responsabilidade pessoal do síndico, diante da falta de iluminação, sinalização ou qualquer outra exigência legal não cumprida, ou a queda de um elevador por falta de manutenção, ou a não renovação da apólice de seguro que em um eventual sinistro em condomínio sem a devida apólice torna o síndico responsável civil e criminalmente pelos danos materiais e humanos que possam vir a ocorrer, dentre tantas outras responsabilidades.

Frente a este desconhecimento, muitos se deixam levar pela empolgação na assembleia, onde todos prometem ajuda e colaboração (a maioria, se não todos, com certeza somem após a assembleia) ou até por uma possível remuneração oferecida, pela isenção parcial ou integral da cota condominial, e esquecem ou desconhecem as responsabilidades legais e obrigações atreladas ao cargo, às qualificações necessárias nas diversas áreas, e principalmente o tempo necessário exigido para o bom cumprimento da função.

Não podemos esquecer que na grande maioria dos casos, o imóvel no condomínio é o maior patrimônio dessas famílias, conseguido após anos e anos de sacrifício e tratado como um tesouro, um investimento que não pode em hipótese alguma perder seu valor com o passar do tempo. Diante desta realidade, uma das principais exigências da administração condominial (síndico, subsíndico e conselhos) é o de promover e garantir a constante valorização deste patrimônio.

A importância do síndico na administração do condomínio

Um trabalho difícil, com a aparência de ser simples. É assim que poderia ser considerado o trabalho de um síndico condominial. Mas o que os condôminos não têm ideia, é que para este cargo são necessárias três qualidades essenciais; capacidade organizacional, compromisso com o bem comum e senso de gestão empresarial.

Comentários desabilitados, em caso de duvidas entre em contato conosco.